Pequim Moderna


A cidade de Pequim consegue, do ponto de vista arquitectónico, conservar duas realidades distintas lado a lado: a Pequim antiga e a Pequim moderna. Mesmo ao lado da Cidade Proibida e apenas separada por uma larga avenida, ladeada por árvores, situa-se um dos edifícios mais modernos da capital: o Centro de Artes e Expectáculos. O edíficio vanguardista assemelha-se a uma cápsula do tempo e não possui qualquer porta. O acesso é feito por baixo; uma escadaria exterior leva a um corredor que atravessa um pátio subterrâneo até alcançar o local.
Centro de Artes e Expectáculos

No ano de 2008, a capital chinesa recebeu os Jogos Olímpicos e para tal equipou-se em termos desportivos. Visitamos o complexo, nomeadamente o Estádio Olímpico e a piscina. Dignos de uma visita nocturna, exploramos o local sobre as luzes de neons.
Estádio Olímpico



Piscina Olímpica

A cidade de Pequim tem vindo a crescer de forma fulminante. Os edifícios antigos são diariamente demolidos e dão lugar a edifícios novos e arrojados. O expoente máximo desta área urbana é no CBD. Aqui, os prédios concorrem em altura e em explendor arquitectónico. Alguns deles são imagens de marca na engenharia mundial, como é o caso da Torre da TV chinesa.
Torre da TV

Um pouco por toda a cidade emerge uma Pequim moderna que convive de forma harmoniosa com a capital imperial. A capital chinesa está na luta pelo pódio das cidades mais modernas e cosmopolitas do mundo.

Etiquetas: