Transmongoliano, Parte I: Irkutsk - Ulaan Baatar

A segunda parte da nossa aventura de comboio iniciou-se na cidade onde tinhamos parado, Irkutsk, e consistia em pouco mais de 24 horas de viagem ate a capital da Mongolia, Ulaan Baatar, agora ja no comboio chines "Transmongoliano" com paragem final em Pequim (Beijing). A primeira coisa que notamos (alem dos responsaveis pelas carruagens serem agora homens chineses!) foi que as condicoes deste comboio nao tinham nada a ver com o transiberiano "Rossiya" em que tinhamos viajado ate ali. Alem de nao termos direito a comida nenhuma (ao contrario do comboio russo onde tinhamos direito a um pequeno-almoco e a um almoco bastante razoaveis), os compartimentos eram mais pequenos, as carruagens mais velhas (imagino o que sera viajar nestas durante o Inverno...) e so tinhamos uma casa-de-banho, muito mais modesta, e em condicoes mais precarias. Mas isto, como e so um dia de viagem, nao importa muito. Como companheiros de compartimento, tinhamos um casal de jovens suicos pouco faladores (mas simpaticos) com o mesmo destino que nos.
Pouco tempo depois de partirmos, o comboio acercou-se do lago Baikal e, a partir dai, a linha acompanha durante largos quilometros, mesmo junto a agua, a margem sul deste lago grandioso (cuja area e equivalente a um terco de Portugal!). Este troco incluia originalmente um percurso ainda maior junto ao lago, mas com a construcao de uma barragem no rio Angara, junto a Irkutsk, o nivel das aguas do lago (que alimenta o rio) subiu 1 metro, inundando parte da linha.
Depois de deixarmos o Baikal para tras, comecamos a acompanhar o rio Selenga, com uma paisagem muito bonita dominada pelos tons de verde e pelas povoacoes nas margens do rio. Paramos entao na cidade de Ulan Ude, a ultima paragem antes de entrarmos na Mongolia, e e poucos quilometros a seguir que nos despedimos da linha transiberiana e entramos na linha transmongoliana. Continuamos a seguir o rio durante bastante tempo, pois este nasce ja do outro lado da fronteira.
A fronteira... Um teste a nossa paciencia de mochileiros! Quase 4 horas parados no lado russo e 3 do lado mongoliano. Quando finalmente partimos da estacao , ja nos tinhamos deitado. Como o comboio ia algo atrasado em relacao ao tabelado, quando acordamos ainda faltava uma hora de viagem. Aproveitamos para apreciar a paisagem... Estavamos definitivamente na Mongolia!



Quando chegamos a capital, apanhamos um banho de multidao de estrangeiros! Foi um primeiro sinal que este pais e ja um destino turistico popular (pelo menos entre mochileiros!).

Etiquetas: