Madrid


O dia começou bem cedo. Eram três da manha quando tocou o despertador. Arranjamo-nos num ápice e dirigimo-nos ao aeroporto. Enquanto esperavamos pelo voo ainda iamos dormitando nos bancos. Depois de uma hora de viagem aterramos em Madrid. Esperavam-nos zero graus celsius! Viemos preparados para o calor de Madrid, mas... Penso que este dia irá servir para aclimatar.
O nosso hostel fica na Calle Carmen, e é mesmo no centro da cidade, entre a Fnac e o Corte Inglês. Chama-se Hostel One Centro. O rapaz que nos recebeu foi muito simpático. Mostrou-nos as instalaçoes e ambientou-nos. Deixamos ficar os sacos no hostel e saimos logo para apanhar o ritmo madrileno.


Resolvemos passar a manha a deambular pelas calles madrilenas. Fotografia aqui, fotografia ali e o tempo foi passando. Da parte da tarde um momento mais cultural. Visitamos o Museu do Prado com a sua belissima coleccao de quadros dos pintores espanhóis. De seguida, o Museu Thyssen, uma coleccao privada, cheia de reliquias. Infelizmente, para o Rui, dos tres Van Gogh que lá existem dois estavam fora (numa exposiçao em Nova Iorque). No entanto, vimos alguns quadros impressionistas, nomeadamente do Monet, Matisse, etc. Vimos também Renoir, Rubens, Velasquez, Sisley, etc. Esta colecçao é muito boa mas o dia já tinha sido muito comprido e o cansaço começava a acusar. Eu estava cheia de dores nas costas e o Rui com dores nos pés. Os primeiros dias de mochila às costas sao terriveis.